POLICIAL É EXECUTADO A TIROS NA FRENTE DE SEUS COLEGAS DE FARDAS EM FORTALEZA

Cabo José Heliomar Adriano de Souza Filho, de 42 anos, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Um policial militar de folga foi morto a tiros na calçada de um bar na Rua Desembargador Hermes Paraíba, no Bairro Vila Velha, em Fortaleza, na tarde deste domingo (12). O crime aconteceu na frente de uma equipe da Polícia Militar que passava pelo local.

Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento que a viatura estava trafegando na via quando o carro dos criminosos parou na esquina, a alguns metros de distância, e os suspeitos desceram para atacar o agente, que estava assistindo um jogo de futebol no estabelecimento. Durante a ação, o policial ainda tentou reagir.

Enquanto isso, os militares da viatura tentaram se proteger na parte de trás do veículo. Havia movimentação de pedestres e veículos na rua, o que impossibilitou a reação dos agentes. Após a fuga dos suspeitos, os policiais se aproximaram para tentar socorrer a vítima.

O cabo José Heliomar Adriano de Souza Filho, de 42 anos, chegou a ser socorrido, mas não resisitiu aos ferimentos e morreu no hospital.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que além do agente, uma outra pessoa, que trabalhava no bar, foi baleada e socorrida a uma unidade hospitalar da região.

Equipes da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionadas e realizaram os primeiros levantamentos sobre o caso, que é investigado pela 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Associação dos Profissionais da Segurança (APS) divulgou uma nota de pesar pela morte do agente.

“Neste momento de imensa dor, a APS expressa as mais sinceras condolências à família, amigos e colegas do policial. Perdemos mais do que um agente da lei; perdemos um bom homem, dedicado protetor da sociedade. Sua ausência deixa uma lacuna irrecuperável, especialmente para seus familiares. A APS se solidariza com todos que sentem esta perda irreparável”, diz um trecho da nota.

INVESTIGADO PELA CGD

O cabo José Heliomar estava afastado das funções pela Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário do Ceará (CGD), que instaurou um Conselho de Disciplina para investigar a conduta dele e de outros quatro agentes que foram baleados na região da Bara do Ceará, na capital, em fevereiro deste ano.

Na ocasião, ele e os outros militares foram socorridos. Ainda no hospital um dos policiais foi preso por suspeita de chefiar uma organização criminosa formada por PMs.

De acordo com o documento publicado do Diário Oficial do Estado no dia 11 de março, o grupo formado pelos militares teria ido à Comunidade do Caldeirão/ Areia Grossa, no Pirambu, no dia 17 de fevereiro deste ano, com o intuito de assassinar indivíduos pertencentes a uma facção criminosa, em represália a morte do soldado Bruno Lopes Marques. Contudo, os agentes de folga foram surpreendidos e lesionados pelos criminosos armados.

Ainda de acordo com a CGD, os militares também teriam envolvimento na morte de dois homens e em um baleado no dia 15 de fevereiro, na área do Grande Pirambu.

Fonte: G1 CE

ÁUDIO

0
Subscribe
Notify of
guest

14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Toracio

Famoso cagão morre de medo de morrer se esconde até em baixo da mamãe…

0
Guerreiro

Eles tem muito medo… é nessa hora que tu vê quem é quem…

0
Toracio

Pois é pra mim tudo nesse mundo é uma desgr@.....ça ódeio tudo dinheiro.. carro.. religião… tudo nessa desgr@.....ça eu queria era explodir essa porr@..... toda de algum jeito me dá pena só das crianças… desenvolver logo um vírus pra desgr@.....çar geral.. é filho que não respeita os pais e dá de bandidão e não passa de um zé bundinha.. é ladrão de cego.. é só porqueira eu sou inimigo numero 1 dessa humanidade da desgr@.....ça um dia eu consigo matar todo mundo… seja contaminando água o ar oque for…

0
Guerreiro

Tú tá mais que certo…

0
Toracio

Ele podia ter chamado a mamãe e o papai…

0
huuuuuuuuuuuuuulk

kkkkkk ai tem algo, pms sanguinarios nao querer reagir e troca tiros…………………………..hmmmmmmmmmmmmmmmmm

0
peter

Muito suspeito!!!

0
Jacinto pinto

O policial morto já foi preso e estava afastado por suspeita de chefiar uma organização criminosa formada por PMs,então o fato desses policiais estarem ali e não trocarem tiros com os bandidos fica mais estranho.

0
LITTLE BOY

Esses 2 vão se fuder na mão da corregedoria quebraram uma das regras mais importantes da corporação.

0
bala juquinha

Qual é a regra da corporação?

0
LITTLE BOY

Na formatura você faz um juramento, sendo assim você em serviço ou paisana tem total “obrigação” em intervir caso presencie um ato criminoso caso contrário se for provado que você desincumbiu essa regra vai responder criminalmente. e sendo a morte de outro militar… Só eles sabem a bomba que vão pegar por isso. (Meu primo perdeu a farda na pm paraíba por isso)

0
LITTLE BOY

Quando mata um militar tu sabe que eles não tem perdão né? Imagina por corvadia de quem deveria dar a vida pela a do irmão de farda. Isso se não matarem eles visse se tiver um grupo de extermínio por baixo dos panos.

0
Sadic006

Besta.. esse já bateu em muita gente

0
Sadic006

A conta sempre chega kkk

0
Authorization
*
*
Registration
*
*
*
Password generation